Projeto Game Over

Objetivo

Uma série de programas de rádio no formato podcast, com o intuito da conscientização a respeito da qualidade de vida. Serão abordados assuntos como Doenças Sexualmente Transmissíveis, Depressão e ansiedade, sedentarismo, violência, estresse, Bullying e preconceito, suicídio, cultura da aparência, anorexia e vigorexia, abordando um assunto por mês em um programa de rádio falado e estruturado em tempo médio de uma hora e coordenado por André Arruda da Kazzttor AMT.

Formato

Áudio em podcast, realizado por um único locutor, em tom de voz normal e às vezes grave, nos quadros de depoimento, personas, além de trechos em vídeo para o Youtube, Instagram e Twitter. Duração média dos programas em podcast de 60 minutos e dos vídeos em spots de 30 segundos a 2 minutos.

Estrutura dos programas

  • Depoimento
  • Abertura e apresentação
  • Introdução
  • Personas (relatos de casos conhecidos na mídia e relacionados com o assunto abordado)
  • Aconselhamento
  • Encerramento
  • Cada bloco do programa será precedido por uma vinheta, exceto o primeiro bloco. Os blocos poderão contar com som de fundo, de acordo com a ocasião.

Periodicidade dos programas

Mensal

Metodologia de pesquisa

Artigos científicos e médicos, notícias sobre saúde e notas oficiais emitidas pelas autoridades de saúde. Busca-se trabalhar com fact-checking que é a verificação dos fatos.

Cronograma e lançamento dos programas

17/11/2018 – Início da roteirização do programa 1
28/11/2018 – Início das gravações da locução e dos spots em vídeo
28/11/2018 – Elaboração e pesquisa de trilhas sonoras de fundo musical
09/12/2018 – Pré-lançamento: spots no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube da Kazzttor AMT.
09/11/2018 – Finalização das gravações e edição final do podcast
10/12/2018 – Lançamento do programa 1: contágio. Lançamento nas redes sociais, lançamento.

Programas previstos (sujeito a alterações)

10/12/2018 – Contágio: aborda a questão das doenças sexualmente transmissíveis, destacando o HIV (01/12 é o dia internacional de luta contra a AIDS)
01/01/2019 – Tristeza: aborda a depressão e a ansiedade e como podemos enfrentar estas questões (01/01 é o dia da confraternização universal, tempo de renovar as esperanças e buscar a paz)
01/02/2019 – Epílogo: aborda a questão do fim da vida, seja em pacientes terminais ou pessoas em idade avançada.
01/03/2019 – Corpo: aborda a rejeição ao próprio corpo, os padrões estéticos e os riscos relacionados a promessa de resultados rápidos em procedimentos estéticos (coincide com o período do carnaval).
01/04/2019 – Trabalho: em alusão ao abril verde que se destina a alertar sobre os riscos dos acidentes de trabalho, a qualidade de vida no trabalho para que se evite os riscos durante
01/05/2019 – Acidente: no mês de consciência sobre os acidentes de trânsito, o objetivo é alertar sobre a consciência no trânsito, seja por parte de motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres para redução dos acidentes.
01/06/2018 – Hipocondria: aborda sobre a hiperdosagem, a automedicação e o uso excessivo de medicamentos, que podem representar um perigo para a saúde.
01/07/2018 – Overdose: aborda a questão dos entorpecentes, lícitos e ilícitos, riscos, e o que podemos fazer a respeito.
01/09/2019 – Suicídio: no setembro amarelo, mês de prevenção ao suicídio, é abordada a questão, sobre como ajudar, e procurar ajuda, além de ajudar a identificar pessoas que precisam de ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.